História da OMEP/Brasil

A OMEP foi fundada em Praga em 1948. Quatro anos depois, educadores brasileiros participaram do Congresso que se realizou no México e trouxeram a idéia para o Brasil.

Laura Jacobina Lacombe, Nise Cardoso, Lourenço Filho e Sara Dawsey, sob a orientação de Mme. Herbenière Lebert, Presidente da OMEP da França, fundaram em 1953 a OMEP no Brasil. Convidados para integrar o grupo, Fernando Azevedo, Anísio Teixeira, Francisco Venâncio Filho e outros educadores, pioneiros da OMEP no Brasil, organizaram a 1ª Diretoria do Comitê Nacional. Elegeram para presidente, o Juiz de Menores Dr. Sabóia Lima; para vice-presidente, Laura Jacobina Lacombe e para secretária, Nise Cardoso.

Escolheram como primeira sede da OMEP no Brasil, o Colégio Bennett (hoje sede da OMEP/BR/RJ), por possuir naquela época o I.T. (Instituto Técnico), voltado para a formação de professores do pré-primário.

Por iniciativa dos pioneiros, a OMEP realizou o primeiro levantamento da situação da pré-escola no Brasil.

Logo, o Colégio Jacobina criou o curso de Educadores da Infância, introduzindo também no seu currículo o estudo do desenvolvimento da criança como base da Educação Infantil.

O Comitê Nacional Brasileiro da OMEP promoveu, nesta época, um concurso para a escolha de um símbolo. Marisa Corrêa, jovem professora do Colégio Bennett concebeu um visual em que crianças, com características representativas das diferentes etnias, de mãos dadas, abraçavam o globo terrestre.

Logo após este concurso, a jovem Marisa se transferiu para o interior do Brasil (Goiás) e, somente 6 anos depois, veio a saber que seu projeto se transformara no símbolo internacional da OMEP, sendo hoje conhecido em mais de 60 países.

Em 1955, assumiu a Presidência da OMEP no Brasil, Laura Jacobina Lacombe, passando a sede para o Colégio Jacobina. Sua gestão profícua se estendeu por 25 anos.

Os ideais dos pioneiros foram conquistando outros estados, surgindo assim as primeiras associações em São Paulo, Bahia, e Rio Grande do Sul, que logo se estenderam para outras regiões do país.

Em 1980, o Prof. Vital Didonet assumiu a Presidência do Comitê Nacional, transferindo a sede para Brasília. Sua gestão foi até 1987, quando passou o comando da Organização para o Prof. Pedro Demo.

A extensão territorial do país favoreceu a criação de novos núcleos e o ano de 1988 foi marcante na história da OMEP no Brasil, que se transformou numa Confederação, formada por Federações que, por sua vez, eram formadas por Associações. Elâine Paes e Lima foi a sucessora de Pedro Demo na presidência da Organização. Durante sua gestão (1995-1998), a sede da OMEP Brasil passou para Florianópolis, no Estado de Santa Catarina.

Em 1998, assumiu a presidência a Professora Rosa Emília de Araújo Mendes, de Belo Horizonte - MG, para onde transferiu-se a sede até o ano de 2001.

A Presidência da OMEP/Brasil - Gestão 2008-2010 - está sob a direção da Profª Maria Aparecida Salmaze, Campo grande/MS.