A NECESSIDADE DE CONHECER OS LIVROS ANTES DA LEITURA

A segunda palestra da manhã de sexta-feira, intitulada “A necessidade de conhecer os livros antes da leitura”, foi ministrada pela professora Edi Fonseca, que também é pedagoga, narradora oral e atriz. Ela analisou as diferentes formas de planejar a narração e a interpretação antes de ser apresentada às crianças. “Ficar em roda, sentar no chão junto para aproximar, apreciar a capa do livro e as imagens” são algumas das dicas sugeridas pela profissional.

Para a pedagoga, uma das principais necessidades do planejamento, para se tornar um bom parceiro de leitura, é reconhecer suas falhas e pontos a melhorar. “Não tem problema não saber, é só ter disponibilidade de correr atrás”, instruiu Edi. Dessa forma, segundo a profissional, o mediador de contos contribui para o processo de compreensão da criança e até de si mesmo. “Compartilhar suas experiências e apresentar a importância e o prazer da leitura ajuda todos com esse envolvimento”, ponderou.

De acordo com a professora, para mediar a leitura também é importante selecionar materiais de qualidade, pesquisar as fontes e os contextos de produção para garantir a ampliação do repertorio, saber observar e ouvir o interlocutor e selecionar o acervo que será disponibilizado para os ouvintes são algumas das medidas.

Já no final da apresentação, foi realizado um bate-papo com os acadêmicos, sobre temas e conflitos pertinentes ao dia a dia do professor e dos alunos em sala de aula, ressaltando a importância de incluir todos os tipos de culturas, crenças e realidades por meio da leitura. “A escola é laica. Ou a gente aborda uma ou a gente não aborda nenhuma questão. Esse filtro é o que falta na gente como educadores”, completou Edi Fonseca.

Assista: http://www.omepms.org.br/encontro/