Palhaça “Pimentinha” apresenta repertório tradicional da educação infantil nesta Semana do brincar

Celina Vargas, a palhaça “Pimentinha”, animou a manhã das crianças do IEMS no terceiro dia da Semana do Brincar, tocando e cantando com os pequenos que a acompanharam com seus pandeiros e chocalhos e outros instrumentos.
Acompanhada de seu violão e caracterizada como palhaça “Pimentinha”, Celina tocou e cantou com as crianças e as respectivas professoras cantigas parte do repertório delas dentro e fora do IEMS, como “Alecrim dourado”, “Não atire o pau no gato” e “Fui morar numa casinha”.
Emocionada, Celina comemorou sua primeira apresentação para as crianças de zero a quatro anos – ela se apresenta semanalmente para adultos em tratamento contra o câncer, no Hospital de Câncer Alfredo Abrão, em Campo Grande. Segundo explica, seu trabalho é sempre acompanhado de música tocada em seu inseparável violão.
Especialistas do campo pedagógico afirmam que a musicalização desempenha um papel importante na educação das crianças por contribuir para seu desenvolvimento psicomotor, socioafetivo, cognitivo e linguístico, além de ser facilitadora do processo de aprendizagem, favorecendo o desenvolvimento da sensibilidade, criatividade, senso rítmico, do prazer de ouvir música, da imaginação, memória, concentração, atenção, do respeito ao próximo, da socialização e afetividade. Contribui ainda para efetiva consciência corporal e de movimentação, e favorece a autoestima, a socialização e o desenvolvimento do gosto e do senso musical das crianças dessa fase.
“A música de boa qualidade proporciona diversos benefícios para as crianças e é uma grande aliada no seu desenvolvimento saudável”, diz Flávia Caroline Oliveira, secretária do departamento pedagógico do IEMS e formanda de Pedagogia.