Berçário "A" se esbalda no parquinho do IEMS

Essa foi a primeira vez que as 16 crianças do berçário "A" foram para o parquinho do IEMS, onde a interação aumentou. Para a professora Nair, a presença dos bebês no parque é muito importante, pois é um espaço pedagógico, propício para o desenvolvimento de suas habilidades motoras e sociais. "Esse momento proporciona às crianças a oportunidade de desenvolver coordenação motora, equilíbrio, flexibilidade e consciência, além de momentos de prazer e interação. O parquinho não é apenas um lugar para brincar", explica.
Priscila, auxiliar da professora da turminha, completa dizendo que durante a exploração do parque infantil, as crianças do berçário têm contato com o mundo exterior à sala, que envolve plantas, cores, texturas e formas diferentes [dos brinquedos], entre outras oportunidades de desenvolvimento.
A satisfação das crianças pode ser conferida pela empolgação durante as brincadeiras no gira-gira, no escorregador e até mesmo no piso de grama sintética do parquinho.
Esta é a primeira de muitas experiências extra-sala que esses bebês terão ao longo do ano, reforçam as educadoras Nair e Priscila.